Bash no Windows 10: O Prompt de Comando Final

Se você é um especialista em computador, está familiarizado com o prompt de comando do Windows - que provavelmente chama de "prompt de comando" ou "interface de linha de comando". O Windows 10 tem um 'supercli' chamado PowerShell, mas há outra etapa: Bash no Windows 10. Esse prompt de comando vem do mundo do Linux e oferece ainda mais possibilidades.

Etapa 1: Desenvolvedores

Não iremos muito longe nas possibilidades do Bash, você pode descobrir por si mesmo como um especialista: o Google é seu amigo, caso contrário, sempre haverá este artigo. Neste guia, você pode ler como ativar e iniciar o Bash no Windows 10. O Bash estava disponível apenas como beta no momento em que este artigo foi escrito, mas vemos isso com mais frequência com ferramentas especiais. Só pode funcionar em uma versão de 64 bits do Windows 10. Abra as configurações através da tecla Windows + I e vá para Atualizar e segurança / Para desenvolvedores. Ative o componente aqui Modo de desenvolvedor.

Etapa 2: Instale o Bash

Vá para o painel de controle clássico e vá para Programas / programas e recursos. Clique em Ativar ou desativar recursos do Windows. Marque a caixa ao lado de Subsistema Windows para Linux e confirme com OK. O componente será instalado, após o qual você precisará reiniciar o computador.

Uma vez que seu sistema esteja logado novamente, clique em seu menu iniciar e dê o comando aqui bash. Um ambiente semelhante ao DOS aparecerá, solicitando que você instale o Bash. Execute esta instalação e aguarde pacientemente.

Etapa 3: iniciar o Bash

Após a instalação, você precisa definir um nome de usuário e uma senha para o novo ambiente Linux. O Bash é muito poderoso, então defina uma boa senha. Você será conectado imediatamente e poderá começar a usar o Bash. Feche a janela do Bash com a cruz familiar ou dê o comando saída.

Na próxima vez que o comando bash no menu iniciar, você verá o Bash no Ubuntu no Windows. Isso lhe dá acesso direto à 'camada Linux' extra no Windows 10. Experimente os comandos, mas saiba que o Bash é uma ferramenta para especialistas e você pode (também) causar danos com ele se simplesmente fizer algo que não conhece o resultado.

Postagens recentes