A Adobe está distribuindo o antigo Photoshop 'de graça'

A Adobe está removendo o servidor de ativação de seu pacote Creative Suite 2, tornando esse software essencialmente gratuito. Formalmente, é necessária uma licença e ainda existem alguns requisitos para Macs.

Oficialmente, a Adobe não oferece o software mais antigo gratuitamente. A empresa está eliminando os servidores de ativação que controlam as licenças e os números de série do Creative Suite 2 (CS2). Isso também se aplica a instalações individuais dos aplicativos, como Photoshop e InDesign, que estão incluídos nesse pacote da Adobe. Os usuários que reinstalam o CS2 não precisam mais ativar essas instalações de software online, relata o site britânico de notícias de TI The Register.

Uso vs Uso Legal

O cientista da Adobe, Dov Isaacs, explica em um post no fórum que isso não significa que a empresa está distribuindo cópias gratuitas de seu software. Ele enfatiza que os números de série válidos ainda são necessários. Esses números são exibidos gratuitamente pela Adobe na página de download do software mais antigo. No entanto, seu uso só é legal se o usuário também tiver uma licença válida, explica Isaacs.

Terri Stone, gerente da comunidade da Adobe, coloca esse requisito de licenciamento em perspectiva, comentando no fórum que a aplicação é improvável. “Não acho que você deva se preocupar com a possibilidade da Adobe vir atrás de você para isso [uso dos números de série oferecidos sem um produto válido licenciado].” Ela observa que a administração ainda não aprovou uma declaração oficial sobre isso.

Limitações práticas

A atitude leniente prometida da Adobe só se aplica ao pacote CS2 mais antigo, que data de abril de 2005. Os requisitos de sistema para o software são, portanto, relativamente leves. No entanto, para usuários do Mac OS X, existem algumas limitações devido a isso. O software Adobe 2005 foi feito para os processadores PowerPC G4 e G5 que a Apple usava então e não é compatível com os Macs atuais.

A Apple mudou para chips Intel para seus Macs. Essa mudança foi anunciada em junho de 2005 e concluída mais de um ano depois. O Mac OS X versão 10.4 (Tiger) de 2005 foi o primeiro a ser lançado também para processadores Intel, além de uma versão para chips PowerPC. O sucessor Leopard foi o último a ser lançado para ambas as arquiteturas de processador.

Camada de emulação do Mac excluída

Até e incluindo o Snow Leopard (10.6), o fabricante do Mac incorporou um emulador PowerPC em seu sistema operacional Mac para que softwares mais antigos (como Adobe CS2) possam continuar a funcionar. Essa "camada de tradução" para as instruções do processador é chamada de Rosetta e foi descontinuada no Mac OS X desde Lion (10.7). Na prática, a Apple só oferece suporte às versões atual e anterior de seu sistema operacional, que desde julho do ano passado é Mountain Leão (10,8) respectivamente. E Leão é.

A lista completa de softwares da Adobe que não podem mais ser ativados inclui o Creative Suite 2 e os aplicativos nele contidos. Estes são os pacotes PDF Acrobat 3D 1.0 para Windows, Acrobat Standard 7.0 e Acrobat Pro 8.0. Além disso, o software de áudio Audition 3.0, editor de HTML GoLive CS2, editor de gráficos vetoriais Illustrator CS2, pacote de edição de texto InCopy CS2, software de layout InDesign CS2, editores de fotos Photoshop CS2 e Photoshop Elements 4.0 / 5.0 e editor de vídeo Adobe Premiere Pro 2.0.

Fonte: Webwereld.nl

Postagens recentes